Nunca é tarde para…

17 Mar

… ver o filme “Black Swan”.

Finalmente vi o filme. Tentei não ler muito sobre ele, para que as espectativas não fossem muito altas, mas numa palavra… HIPNOTIZANTE! Em mais palavras… arrebatador, assustador, psicótico, fabuloso, ilusório, manipulador… senti-me uma pecinha de jogo dentro daquela história.

Podem achar invenção, mas nos meus 13 anos de ballet, senti muitas vezes a disciplina da arte e a procura da perfeição. No filme, até  senti o cheiro da resina que ela colocou nas sabrinas (como eu tantas vezes fazia), senti a alegria dos aplausos, senti saudades de estar no palco, senti a procura de ser o que não se é… senti tristeza pelo fim… mas não poderia ser de outra forma. 

Por curiosidade, quando fiz o bailado “Oliver Twist” também eu tive que encarnar uma personagem que nada me diz… para além de ser homem… era mafioso, ladrão e mau! Sim, fiz de Mr Fagin, o velho que ensina criancinhas a serem ladrões. Acham normal?! Eu queria era tutus brancos e vestidos e calham-me leggings e casacos de abas. Mas encarnei a personagem e gostei do que fiz, mas acreditem que não é fácil, e o filme retrata de uma forma PERFEITA essa dificuldade, embora com uma obsessão excessiva e psicoticamente destabilizadora.

PS – A Mila Kunis é mesmo uma bomba…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s